sexta-feira, 9 de julho de 2010

Amigo(a) de foda

Sexo amigável, foda fixa, transa sem compromisso, pinto amigo, fuck friend, enfim... Nomes há de monte. Solução, que é bom, nenhuma. Como conciliar amizade e sexo? Seinfeld, a melhor série de comédia de todos os tempos, nos apresenta Elaine e Jerry. Estas duas almas ficaram unidas por algum tempo, num quase namoro maduro, mas acabou-se o que era doce. Daí um dia, no espisódio 2x09 (The Deal), os dois se olham e...

[Elaine] - Às vezes, coisas me ocorrem.
[Jerry] - Para mim também.
[E] - Você não pode esquecer completamente o passado.
[J] - Claro que não.
[E] - Foi uma coisa que a gente fez.
[J] - Provavelmente... umas vinte e cinco vezes.
[E] - Trinta e sete.
[J] - A gente sabe bem o que fazer lá dentro.
[E] - Conhecemos o terreno.
[J] - Não há surpresas. O que você acha?
[E] - Sei lá, o que você acha?
[J] - É algo a ser considerado.
[E] - E se a gente fizesse?
[J] - Qual é o problema? A gente vai para lá... fica lá um pouco e volta para cá. Não é complicado.
[E] - É quase idiota não fazermos.
[J] - É burrice!
[E] - Absurdo!
[J] - Claro... eu acho que talvez poderiam surgir alguns probleminhas.
[E] - Sempre há uns poucos.
[J] - Se acontecesse alguma coisa e não fôssemos mais amigos... Isso seria ruim.
[E] - Devastador.
[J] - Porque isso é muito bom.
[E] - E aquilo seria bom.
[J] - Aquilo também seria bom. A idéia é combinar isso com aquilo. Mas isso não pode ser abalado.
[E] - Sim, a gente só quer pegar isso... e adicionar aquilo.
[J] - Mas a gente precisa descobrir um jeito de evitar as coisas que causam os probleminhas. Talvez algumas regras. Por exemplo... agora eu te ligo quando estou a fim e vice-versa. Mas com aquilo, podemos sentir... uma certa obrigação de ligar.
[E] - Por que tem que ser assim? Tive uma idéia. Nada de telefonemas no dia seguinte àquilo.
[J] - Beleza. Vamos fazer disso uma regra.
[E] - Está feito, senhor!
[J] - E aqui tem outra regrinha. Hoje, cada um tem seu canto para descansar. Às vezes, quando as pessoas se envolvem naquilo sentem-se pressionadas a dormirem juntas. Enquanto aquilo não é exatamente “dormir". Dormir é diferente daquilo. E não entendo porque dormir está tão intrinsecamente ligado àquilo.
[E] - Ok, ok. Regra número dois: passar a noite é opcional.
[J] - Agora estamos chegando em algum lugar.
[E] - E o beijo de despedida?
[J] - Essa é difícil. Sua vez.
[E] - É uma convenção.
[J] - Ótimo. Bom...
[E] - Bom...
[J] - Está pronta?
[E] - Pronta.
[J] - Pode lidar com isso?
[E] - Com certeza!

Com certeza... que não! Óbvio que o acordo não dá certo, Elaine pira na batatinha, porque não tinha entendido o acordo (mulheres... nunca leem a porcaria do contrato de foda fixa!), como em todo caso desse tipo. Seguindo o conselho do Minero, vou escrever pouco neste post (mesmo porque já usei o Ctrl + C demais por aqui).
Eu quero é que os leitores participem deste post! Por favor, respondam o seguinte questionário (se identificar é opcional, mas, obviamente, mais interessante):

1) Você tem algum amigo(a) com quem gostaria de ter uma foda fixa?
2) Você já tentou ter uma foda fixa com este(a) amigo(a) ou qualquer outro(a)?
3) Teve sucesso, no sentido de conseguir conciliar amizade e sexo, sem perder o(a) amigo(a) ou a transa?
4) Se não teve sucesso, o que ocorreu?

Depois de respondidas as questões, elas serão analisadas, calculadas, colocadas em um gráfico bem colorido e mandadas para o IBGE. Este blog busca cumprir sua função social. Ajudem-nos!
Obrigado.

23 comentários:

  1. Pedrinho, querido!! Toda mulher teria um amigo pra foda fixa, se não fosse um pequeno detalhe: A LÍNGUA MASCULINA!! Quando a gente elege um pobre coitado pra P.A. (pinto amigo), a gente quer é discrição! MAS HOMEM NÃO SABE SER DISCRETO!!! Se não contar, pra Deus, todo mundo, e o porteiro do prédio, é como se não tivesse acontecido!
    Portanto, não me venha com essa de que as mulheres é minam as fodas fixas. A grande maioria das que eu conheço é super à favor. Vocês é que mandam tudo por água abaixo com a necessidade de espalhar o que acontece!!!
    Quem come quieto, come "n" vezes!!!

    ResponderExcluir
  2. Com relação ao post acima da Camila, eu acho extremamente sensurável... na boa... isso não existe!

    ResponderExcluir
  3. Camila...
    Existem homens e homens, assim como mulheres e mulheres. Porém, generalizando, assim como eu e você fizemos, podemos dizer que o homem deixa de ser pinto amigo, porque sai contando pra todo mundo certo? Mas e se você não conhece ninguém pra quem ele contou? Sem problema ok?
    Pior é a mulher que, como eu disse, pira na batata e acha que pode pular de foda fixa pra foda compromissada em 5 segundos! Isso sim é que ferra com o pacto de transa amigável. E aí... fudeu! (no pior sentido)
    Coloque na balança contar pra um ou dois amigos sobre o fato ou querer namorar (o oposto da foda fixa!). O que você acha que pesa mais na hora de acabar com o "P.A"?
    bju

    ResponderExcluir
  4. amo responder essas coisinhas me lembra, os 13 aninhos, quando lia capricho.
    1. sim eu tenho, foi dai que veio o apelido Lola. e ta que dura, o negocio.(dura nao foi uma boa palavra)
    2.tentei e deu/ps:nao tente com menores de 25 nao funciona.
    3.Sim, ate ontem/mas senti um sentimentalismo das duas partes, vai começar a ficar dificil.
    4.verdade demais, apesar de nao envolver alcool, o que talvez seja mais perigoso.
    sempre um prazer meninos

    ResponderExcluir
  5. Achei bem colocada a comparação feita pela Martinha, entre os questionários adolescentes da Contigo com esse publicado pelo Pedro (naum é brincadeira, to falando sério).
    Enfim, vamos tentar discutir o x da questão de uma forma mais adulta, então...hehe
    O que as pessoas (homens e mulheres) não enxergam é o quanto a relação entre dois amigos pode se tornar vulnerável, quando existe sexo envolvido. E essa vulnerabilidade não decorre do sexo em si, mas da cumplicidade que acaba surgindo dessa relação estranha. Afinal, vc naum está transando com qualquer fulano e sicrana, mas com alguém especial a ponto de ser seu amigo (como a anta do Pedro disse, se trata de uma foda fixa).
    E digo mais, acredito que até a anta do Pedro reconhece a existência dessa cumplicidade, que por vezes gera sentimentos estranhos, como sentimento de posse, perda e confusão. O grande problema talvez resida em reconhecer essa cumplicidade ou não, ou quem se torna mais vulnerável a ela. Homens, por serem mais acomodados ignoram essa vulnerabilidade ou cumplicidade, afinal é cômodo terem uma foda fixa, principalmente, quando se trata de uma menina que sabem que é limpinha (de doenças, é claro... ou naum, pode ser que ela tenha HPV) e disponível. Por outro lado, acho as mulheres naturalmente mais sensíveis (talvez por terem corpo e espírito voltado à maternidade...É... eu odeio Deus por isso... Pau no Cú dele) e mais atentas ao que se passa consigo, e conseqüentemente, são mais suscetíveis de sofrerem os efeitos dessa cumplicidade, sobretudo porque não está transando com um qualquer.
    Enfim, Pedro, e são a vulnerabilidade da amizade, cumplicidade e confusão de sentimentos que fazem pirar na batatinha. Entendeu? OU VC NÃO TEM MÃE OU IRMÃ?!

    ResponderExcluir
  6. ahhh.. esqueci de finalizar... O melhor é conhecer gente nova!

    ResponderExcluir
  7. Pegando fogooo! Homens e mulheres sempre discordarão de tudo, ainda mais quando envolve sexo. Pior ainda se envolver duas coisas teoricamente inconciliáveis: sexo e amizade (experimenta dizer pra uma mulher com quem você transa, que você sempre vai ser só amigo dela). Whatevs...
    Mas é no mínimo intrigante e inesperado quando a crítica XX comprova o argumento XY. Colacionemos algumas assertivas da nossa queridíssima japinha:
    1) “E digo mais, acredito que até a anta do Pedro reconhece a existência dessa cumplicidade, que por vezes gera sentimentos estranhos, como sentimento de posse, perda e confusão.” --> Isso apenas comprova o que eu disse sobre mulheres não lêem o contrato de Relação Sexual Amigável. É claro que a cumplicidade ocorre. Esse sentimento é recíproco, até porque ele já existe antes do sexo, advindo apenas com a amizade. Com o sexo, a cumplicidade é maior, mas precisa, necessariamente, gerar “sentimento de posse, perda e confusão”? Que homem passa a ter mais sentimentos do que antes sabendo que ele será somente um “P.A”?
    2) “Enfim, Pedro, e são a vulnerabilidade da amizade, cumplicidade e confusão de sentimentos que fazem pirar na batatinha. Entendeu? OU VC NÃO TEM MÃE OU IRMÃ?!” --> Repito. Por que uma situação de cumplicidade precisa gerar a “pira na batatinha”? E, sim, Ushinha, tenho tanto irmãs quanto mãe e discuto, principalmente com esta última, porque ela sempre eleva o fato a um patamar impensável pelo cérebro XY, onde nossa lógica não consegue ascender.

    Mas a minha lógica tá quase chegando lá. Tenho que parar de fazer coisas tipicamente femininas, como ler Contigo e fazer apontamentos indiretos indesejáveis sobre DST.
    Kisses and See Ya.

    ResponderExcluir
  8. Hehehehe, sempre atigindo (alguém n)o âmago da questã! Os posts do Pedro sempre criam esta discussão saudavel e palatar que só vem para solidificar ainda mais velhos laços de amizade.
    Ps: qto ao assunto f.f., estou disponivel, favor encaminhar e-mail com foto de (biquini) para o blog para analize e futuro possivel encontro na horisontal!

    ResponderExcluir
  9. A... Luz, joga na roda,vc sabe meu telefone, e vou te mandar a foto de bikini bem selvagem...uaaaaaaa

    ResponderExcluir
  10. Pedro, meu querido, os pontos controvertidos que vc fixou... enfim... só reforçam que vc é uma anta mesmo, e que naum vale a pena argumentar... mas enfim,, já que entrei nessa...
    Vc reconheceu que a cumplicidade é maior quando tem sexo rolando, Pedro... então naum seja tapado, ou páre de fingir que é... Esse contrato sexual amigável não existe, e sabe por que?
    Naum se faz contratos sobre sexo e amizade, porque envolve comportamentos e sentimentos humanos, que mudam em questão de um minuto. Ué, vai dizer que não aprendeu na faculdade, que as normas mudam de acordo com as mudanças sociais. A mesma premissa se aplica a esse "contrato".
    Bem, podia me estender mais no assunto, mas tanta bobagem me deixou cansada...
    Enfim... o que quero dizer é que naum dá certo.
    Pára de postar coisas ridículas no blog porque só reforçam a sua burrice emocional!!! daqui a pouco naum vai tá pegando mais ninguém

    ResponderExcluir
  11. Como assim não existe contrato sobre sexo?!?!?!??!?!?!?!?! E por acaso não há um contrato, mesmo que tácito, entre a/o prostituta/michê e seu cliente?!?!? Ou eles vão jogar Escopa de 15 ao invés de fazer sexo?!?!?

    ResponderExcluir
  12. Então, vcs estudãm isso ai né?(ta fazendo mais sentido na minha cabeça).Ps:Seguindo raciocinio do da Luz.Tem umas mininas que faz acordo sim(super gente boa!!só ouvi fala), mas e fato. Gente. Menos livros...ficou chatinho, muito teorico.

    ResponderExcluir
  13. Noffffa o clima esquentou aqui hein... mas relaxem pessoal, se quiserem falar de contrato social vão ler Rosseau que tem mais a ver com o curso que vcs fizeram. Sobre o tema eu sou super favorável a F.F. desde que as partes assinem (tácito) este 'bendito contrato' e estejam cientes das consequências que iram acontecer... não está feliz, cansou e enjoou?! Conversa e acaba ou muda a relação, simples. Essa conversa realmente ficou teórica e muito chata, não era pra dar risada? Não era uma mera provocação?

    ResponderExcluir
  14. Barraco é bom porque dá ibope! Nosso blog tá bombando! aiuheiuaheiuhaeuia!! Valeu, Ushi. Pena que, realmente como apontado, a discussão tenha ficado teórica demais.

    (Será que o LFV também sofre disso, quando coloca um pouco de licença poética junto com sexo? Descobri que ou ele não tem amigos ou não transa! heheh)

    Por isso e pelo fato de que eu somente iria quase que repetir o meu comentário anterior, já que este também trataria sobre a existência, sim, de contrato sexual (como corroborado por O_Luz e lossafer) e a impossibilidade de cumprimento por uma certa parte, dou-me por satisfeito.
    Afinal esta é uma discussão que não acabará nunca, mas nem por isso é desinteressante. Até porque, como Seifeld mesmo diz: "It's interesting to see hoe your mind works"!

    ResponderExcluir
  15. Discussão infinita, porém encerrada. Mas o questionário ainda está aberto! Os leitores podem e devem continuar respondendo!

    ResponderExcluir
  16. me senti uma otária a principio, pois...enquanto todos discutiam eu somente respondi ao questionario, e pergunto...nao era essa a finalidade do post?responder? dps percebi q vcs nao conseguem conciliar sexo e amizade e tentaram se explicar ou criaram teorias para desviar o principal..responder!!haushuahs

    ResponderExcluir
  17. Dúvida! Pq as mulheres sempre apelam?

    ResponderExcluir
  18. Só o Horse mesmo pra trazer de volta a discórdia.... ahahah!!

    ResponderExcluir