sábado, 17 de julho de 2010

Toalha, Rourke e Bukowski

História sobre brio e moral sempre contada por mim no buteco e ovacionada (com ovos) pelos ouvintes sempre atentos. Adapatada por este que vos escreve, contada pelo meu pai, que diz que leu num livro do Bukowski e este, por sua vez, não mente nem desmente sobre a veracidade da mesma.
E eu também não faço questão de buscar o texto original, pois quando fizer.... vou perceber que a história não é tão boa quanto eu pensava... E ela é boa, sim, porra!

(Antes de ler, seria mais interessante o ignóbil leitor saber quem são Charles Bukowski e Mickey Rourke. Não vou explicar aqui... Dá um google aí, seu leitor acultural!)

Bukowski chega na casa do Mickey pra beber umas. Papo vem, (muito, mas muito mesmo!) uísque vai, Bukowski diz:
- Poutz. Preciso dar uma mijada.
- Segunda à esquerda, diz Mickey.
Bukowski chega no banheiro e se depara com uma toalha de banho enrolada e com uma das pontas enfiada no ralo da pia.
Ele dá a mijada olhando de soslaio pra toalha. Lava a mão, mesmo com a pia semi-obstruída, molhando a toalha, mas sem retirá-la dali.
No caminho de volta para a sala pensa: "Se eu perguntar o que aquela porra de toalha está fazendo lá, me fodo, porque é exatamente isso que esse filho da puta quer que eu faça."
Bukowski volta, senta e bebe como se nada tivesse acontecido.
Contudo, o homem é, por natureza, um animal curioso e ao não satisfazer sua curiosidade, explode. Bukowski se rende e, mesmo sabendo que "perdeu" ("perdeu o que?", questionarão alguns imbecis, aos quais não me digno a responder), pergunta:
- Mickey...?
- Ahn?, sonoriza Mickey sem sequer abrir a boca, mas com uma leve, quase imperceptível, mudança nos lábios, de forma a lembrar Clark Gable.
- O que aquela merda de toalha está fazendo enfiada no ralo da pia do banheiro?
Mickey fita impassivelmente Bukowski por alguns segundos, que, para este, parecem uma eternidade, e o questiona:

- TOALHA? QUE TOALHA?

2 comentários:

  1. "Adapatada". Adaptação completamente Pedro Miranda para a palavra.

    ResponderExcluir
  2. Hahahaha... Finalmente a história do Mickey Mouse e do Brochóviski

    ResponderExcluir