sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Profissões


Estes dias li um texto no blog da Ruthinha onde uma Manu melancólica e desiludida tentava procurar outras carreiras para seguir. Este post me ficou na cabeça e comecei a lembrar que quando era apenas um infante quis ser de tudo um pouco, até me assentar no direito. Aqui vão estas fases por ordem cronológica:

FASE INFANTIL

• Mafioso: Tinha vontade de trocar meu nome para Luigi e mudar-me para a Sicília para contrabandear bebidas.
- Não deu certo porque: minha mãe não me deixou trocar de nome.


• Pirata: Queria navegar os 7 mares, pilhar e atacar navios para levar ouro espanhol.
- Não deu certo porque: a Espanha não tem ouro desde o século XVII.

• Caçador de Fantasmas: Minha vontade era usar aquela armadilha e ter o Geléia como bicho de estimação.
- Não deu certo porque: Sou cético e não acreditaria nos clientes.


• Astronauta: Só pra poder andar na lua.
- Não deu certo porque: Meu pai me disse que só americanos pisavam na Lua.

• Espião: Sobre essa eu assumo que só me interessava pela licença para matar do 007.
- Não deu certo porque: falo demais para ser espião.

FASE JUVENIL

• Inventor: Tinha várias idéias para invenções tecnológicas incríveis.
- Não deu certo porque: A maioria das minhas idéias já tinham sido inventadas, só eu não sabia.

• Astrofísico: Sempre gostei de física, queria ser um Stephen Hawking sem a doença.
- Não deu certo porque: Não sei matemática.

• Escritor: Pensei em escrever um Best Seller e colher seus louros pro resto da vida.
- Não deu certo porque: Não consigo escrever mais que duas páginas.

Ao final da minha juventude todas as profissões que eu tinha sonhado tinham sido veementes refutadas e eu me encontrava em um “mato sem cachorro”, procurando minha futura profissão em um Guia do Estudante da Abril.

Após uma análise profunda decidi partir para o Direito, mas ainda tenho certeza de que me daria muito melhor como mafioso.

Ps.: Sim, filmes me influenciam também!

7 comentários:

  1. Cara, seu texto me fez lembrar que quando era criança, eu queria apresentar o show da xuxa, mas meu pai naum gostou da idéia... Hj eu entendo.

    ResponderExcluir
  2. É, quando criança a gente sonha alto, imagina só... Show da Ushi!

    ResponderExcluir
  3. Hahaha, Eu queria ser um Viking-guerreiro-fodão, não deu certo, entre outros motivos, pelo fato de eu não ser loiri/ruivo, fortão e estar no século 20/21....

    ResponderExcluir
  4. mas como advogado você ainda pode conseguir ser consiglieri!!!!

    ResponderExcluir